January 20, 2014
 posted by / publicado por Estudio AMATAM urbanismo | arquitectura | design

Puxadores rústicos

Curiosamente, o que começou por ser uma tarefa simples – definir e escolher as ferragens para uma porta de madeira – cedo se revelou algo complexo e intrincado. Na procura de um puxador, aconselharam-nos a visitar algumas casas de ferragens da baixa de Lisboa, onde certamente iriamos encontrar o que procurávamos. Foi certo que encontrámos o dito puxador mas também muitas outras soluções possíveis de serem aplicadas, das quais destacamos o variadíssimo léxico que as caracteriza: batedor, aldraba, trinqueta, puxador simples, puxador de muleta, puxador com batedor, puxador de argola, lemes, pedrês, fechos. Felizmente a D. Filomena – actual dona da loja Costa & Costa, fundada em 1922 pelo seu avô António Manuel Luís Costa, cuja especialidade são as ferragens pretas e reproduções de antigas peças – cedeu-nos algum do seu tempo para nos introduzir a todas estas variantes.

Através do levantamento do Gabinete de Estudos Olisiponenses (GEO) ficámos a conhecer as casas de ferragens da Baixa Lisboeta, sendo umas mais interessantes do que outras, aconselhamos vivamente uma visita à loja Guedes Silva & Guedes, que igualmente fundada em 1922 ainda conserva os moldes das suas fundições. De um modo muito elegante e organizado, expõe as suas peças sobre as caixas de madeira envelhecida que forram as paredes de todo o espaço.

O GEO “tem em curso o projecto Lojas da Baixa & Chiado – Património vivo e imaterial com a missão de conhecer o seu comércio, as suas actividades presentes, captadas pelo testemunho, imagem, relato. (…) Este levantamento faz-se sobre o existente actualmente, agrupado por ramos de comércio ou de actividade oficinal ou fabril, de todo o tipo, o que engloba não só as lojas mais emblemáticas e de tradição como as mais modernas, as cadeias das grandes marcas, as grandes lojas ou armazéns, isto é, a Baixa e o Chiado, como é “aqui e agora”.1 Para todos os interessados em conhecer o comércio Lisboeta da Baixa e Chiado, o GEO realiza visita guiadas gratuitamente aos sábados de manhã entre as 10h às 12h30, com marcação prévia.

1  http://geo.cm-lisboa.pt/

Share